Segunda-feira, 30 de Abril De 2007

AH, Pois...

Assim também nós simples mortais!

 

 

 

 

Como diz a Lopesca, a malta já não tem que se preocupar com botox, já existe o photoshop!!

 

Dieta... nem estou muito de acordo, convém fazer, pela estética e acima de tudo pela saúde.

 

 

publicado por Cacau às 12:46
link do post | conversar | favorito
Segunda-feira, 23 de Abril De 2007

Dia Mundial do Livro

 

Hoje é dia Mundial do Livro e pus-me a pensar qual seria o primeiro livro que li... hmmm difícil . Lembro-me de, quando era pequena, ir às compras com a minha mãe e ela para me compensar oferecer-me daqueles livrinhos pequenos com a história da Princesa e da Ervilha e outras tantas. Mas como não me lembro qual foi o primeiro livro que li, lembro-me do primeiro livro que me marcou. Pela história e pela idade que tinha na altura, talvez uns 13/14 anos. Chama-se a A Lua De Joana de Maria Teresa Maia Gonzalez .

Este livro pode ser considerado uma espécie de diário (apesar de não o ser), porque a personagem principal escreve cartas para uma amiga que já morreu, contando-lhe tudo o que se passa na vida dela. Trata-se de uma história de uma rapariga chamada Joana, que perdeu a sua melhor amiga, quando esta se envolveu com as drogas. Joana interrogava-se ao tentar entender o que teria levado a sua amiga Marta a fazer aquilo. Joana era uma rapariga exemplar, na escola e em casa, mas tudo mudou quando ela se envolveu com uma amiga da Marta, a Rita, (a amiga que teria levado Marta a envolver-se com as drogas), e com o próprio irmão da Marta, o Diogo, também vítima das drogas. Devido à morte da sua avó, a pessoa de quem ela mais gostava no mundo e a falta de atenção e de diálogo por parte dos pais, levou a que ela se começa-se a sentir só e as únicas pessoas que, lhe derem atenção, foram a Rita e o Diogo. Ela começou a vender as suas coisas, para conseguir dinheiro, para ajudar Diogo acabando também ela por se envolver com as drogas. Um dia ela olhou-se ao espelho e reparou como tinha mudado, entendendo agora, como, tão facilmente Marta se tinha envolvido com a droga. Joana tentou abandonar as drogas mas, já foi tarde de mais…

publicado por Cacau às 09:35
link do post | conversar | ver conversas (1) | favorito
Quinta-feira, 19 de Abril De 2007

Olha quem vem lá!

 

Este fim de semana estou a pensar ir ver o Last Kiss - Ultimo beijo. Alguém já viu?

publicado por Cacau às 15:44
link do post | conversar | ver conversas (2) | favorito

You Are From the Sun

 

Fiz um teste na net, onde nos dizem qual é o nosso astro. Claro que vale zero, mas é tipo os testes das revistas: é irresistível!

Deu isto:

You Are From the Sun Of all your friends, you're the shining star.You're dramatic - loving attention and the spotlight.You're a totally entertainer and the life of the party.Watch out! The Sun can be stubborn, demanding, and flirty.Overall, you're a great leader and great friend. The very best!

 

Olha! Podia ser pior! ;-)

publicado por Cacau às 12:18
link do post | conversar | ver conversas (2) | favorito
Quarta-feira, 18 de Abril De 2007

Preguicite...

 
publicado por Cacau às 10:30
link do post | conversar | favorito
Terça-feira, 17 de Abril De 2007

Realmente é curioso...

A minha colega Neuzita enviou-me um mail, na minha opinião, com a resposta a muitas questões que a malta pode ter...

 

Muito curioso...

 

É verdade que depois dos 30 anos serei mais o meu Ascendente do que meu Sol?

Por volta dos 28/29 anos ocorre um importante acontecimento astrológico: o retorno de Saturno.
 O retorno de Saturno é a volta que Saturno faz a um ponto de onde tenha saído. Essa volta leva 29 anos para ser completa.

Saturno é o planeta da estruturação e do amadurecimento. Antes dos 28/29 anos nenhum indivíduo é realmente adulto. Ele ainda é muito dependente da opinião da família ou ainda conta muito com a família, mesmo que não perceba isso. E também é muito filho ou filha, ainda que tenha uma vida financeira resolvida, por exemplo, e não dependa dos pais para nada. Ao voltar o ponto que ocupava no nascimento, Saturno faz com que percebamos nossas limitações e potencialidades. Também é um momento de inventário. Até essa idade, você ainda está TENTANDO fazer algo, mas a partir dela, você TEM de fazer algo. Mesmo que não perceba, nessa idade são comuns os questionamentos a respeito do que você fez ou não fez, se você atingiu seus objetivos ou não, e o que você quer daqui para frente. Você já não é mais um jovem de 18 anos que ainda é uma promessa. Dez, onze, anos depois não se pode ser mais uma eterna promessa.

O que isso tem a ver com o Ascendente? Tudo. Com a conscientização, você passa a utilizar melhor as suas habilidades e tentar conseguir o que quer. E muito do que você quer está relacionado com o Ascendente. Por exemplo, se o seu Ascendente é Capricórnio não tenha dúvidas de que o sucesso profissional é importante para você. Se o seu Ascendente é Gêmeos, sua necessidade de interação e de se comunicar bem é premente. Se o seu Ascendente é Câncer, você provavelmente vai querer constituir família, ter segurança e estabilidade emocional.

Porém, você não deixa de ser o seu Sol, e sim, amadurece o seu Ascendente, tem a chance de utilizar suas melhores habilidades se desejar. Por exemplo, se o seu Ascendente é Virgem, você passa a utilizar ainda mais seu lado criterioso e capaz de analisar.

É um erro dizer que depois dos trinta anos deixamos de ser o Sol. O Sol é o seu eu, é aquilo que de melhor você faz, são seus talentos naturais. O talento natural de quem tem o Sol em Libra, por exemplo, é a capacidade de moderar, harmonizar e tentar buscar o equilíbrio. Só que você, libriano, tentará fazer isso através do seu Ascendente. Suponhamos que esse Ascendente seja Câncer: a área em que você buscará harmonização e equilíbrio será a íntima e familiar, porque essa esfera é algo importante para você.

O que acontece depois dos trinta anos é que temos mais facilidade em nos conduzirmos no mundo. Antes dessa idade, ainda podemos ser muito vulneráveis a pressões do grupo, da família, àquilo que querem para nós. Depois dessa idade, temos consciência de que temos que procurar o que nós queremos para nós, porque no final a responsabilidade recairá sobre nós mesmos, quer sigamos uma opinião nossa ou dos outros.”

 

publicado por Cacau às 16:51
link do post | conversar | ver conversas (2) | favorito

Bora lá assinar!

O meu amigo Ribeiro lançou o "repto" que aqui deixo também.

Não custa nada e é por uma boa causa. Assinem.

 

 

 

publicado por Cacau às 09:52
link do post | conversar | favorito
Segunda-feira, 16 de Abril De 2007

Boa Semana

Com a sugestão de uma das melhores musicas que ouvi nos ultimos tempos!
publicado por Cacau às 12:38
link do post | conversar | favorito
Sexta-feira, 13 de Abril De 2007

A Vida

É vão o amor, o ódio, ou o desdém;
Inútil o desejo e o sentimento...
Lançar um grande amor aos pés de alguém
O mesmo é que lançar flores ao vento!

Todos somos no mundo <<Pedro Sem>>,
Uma alegria é feita dum tormento,
Um riso é sempre o eco dum lamento,
Sabe-se lá um beijo de onde vem!

A mais nobre ilusão morre... desfaz-se...
Uma saudade morta em nós renasce
Que no mesmo momento é já perdida...

Amar-te a vida inteira eu não podia.
A gente esquece sempre o bem de um dia.
Que queres, meu Amor, se é isto a vida!

                       Florbela Espanca
Hoje falei com um grande amigo, que por sinal é psicólogo (jeitinho que dá nestas alturas... ). 
Queixei-me da vida, da falta de tempo, enfim... tudo o que um casal com 7 anos 
(deve ser a crise dos 7 anos) não passe. Eis os conselhos:

1. Não se considere propriedade do outro, nem considere o outro sua propriedade.

2. Aceite o outro incondicionalmente. Não exija que o outro seja perfeito. Você não é, é?

3. Cultive a cortesia e o respeito mútuo.

4. Converse, converse sempre. É o único modo de conhecer os pontos de vista,

as preferências e as coisas que não gostam.

5. Lembre-se que as brigas, embora desagradáveis, permitem também que se conheçam.

6. Procure, somente, não emitir juízo de valor, quando as brigas ocorrerem.

7. O erro mais comum numa relação é uma das partes abrir mão de seu espaço individual.

Isto torna impossível a existência de algo comum a ambos. Será apenas de uma das partes.

8.Desfrute coisas juntos. Estes momentos são como tijolos na construção de relações duradouras.

9. Mantenha seu próprio círculo de amizades e estimule o outro a conservar o dele. Evite se enclausurarem.

10. E tenha sempre em mente que uma relação é uma obra que se constrói (ou se destrói ) a dois.

APOIADO! Obrigado pela paciência. 
publicado por Cacau às 14:00
link do post | conversar | favorito
Quinta-feira, 12 de Abril De 2007

Pensando bem...

 

Reparei agora no calendário... e amanhã é 6ª feira 13. Medo.

 

O certo é que todos os receios em relação a este dia, nem se têm vindo a confirmar. Pensando bem, acho que todas as 6ª feira 13 que tenho vivido até à data até nem têm corrido mal... Bem, amanha saberei.

 

 

publicado por Cacau às 10:45
link do post | conversar | ver conversas (1) | favorito

Quem sou eu?

pesquisar

 

Abril 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
14
15
20
21
22
24
25
26
27
28
29

Leituras

My books

The Return of the KingThe HobbitThe Two TowersPerfume: The Story of a MurdererSense and SensibilityThe Mists of Avalon

More of Claudialx's books »
Claudialx's  book recommendations, reviews, quotes, book clubs, book trivia, book lists

subscrever feeds