And the Oscar goes to...

 

 Este fim de semana vi o Filme "Diamante de Sangue"

 

Muito bom, parece que está na corrida para os Óscares , entre eles para melhor actor principal (para o DiCaprio ).

O filme passa-se em 1999, em plena guerra civil, Danny Archer (DiCaprio ) é um mercenário sul-africano, preso por traficar "diamantes de sangue" - pedras preciosas que são usadas para financiar revoltas e terroristas.
Enquanto está preso, fica a saber que Solomon Vandy (Houson ), um pescador forçado a abandonar a família para trabalhar na extracção de minério, descobriu e escondeu um valioso diamante.
Com a ajuda de uma jornalista norte-americana, Maddy Bowen (Connelly ) os dois homens encontram-se e, juntos, procuram a jóia que pode ser o passaporte para uma vida nova.
Todos eles são movidos por interesses, embora estes sejam bastante diferentes.
Solomon sonha utilizar esse enorme diamante cor-de-rosa como moeda de troca para reaver o seu filho, forçado a integrar um exército de pequenos soldados.
Danny quer ajudá-lo a encontrar a criança para poder ficar com o diamante; Maddy quer reunir o máximo de informações possíveis sobre o tráfico de diamantes para escrever um artigo bombástico.
Apesar de ser um filme repleto de explosões, perseguições e tiroteios, também expõe um número considerável de atrocidades que aconteceram (e continuam a acontecer) no continente negro.
Em "Blood Diamond" podemos assistir ao saque de Freetown, capital da Serra Leoa, pelas tropas rebeldes da RUF (Revolutionary United Frontier), que deixa um rastro de destruição e 5.000 mortos.
A tragédia pessoal de Solomon permite ainda revelar o destino de milhares de crianças que são raptadas, drogadas e forçadas a combater e a matar.
Escusado será dizer que várias empresas da indústria de diamantes se apressaram a certificar que os produtos que vendem não são "diamantes de sangue".
Apesar do tom comercial, "The Blood Diamond" reúne tudo o que é necessário para um bom filme.

Recomendo.

publicado por Cacau às 14:58
link do post | conversar | favorito